Dois dias em Toronto: primeiras impressões

Chegamos na manhã do domingo de Páscoa. A temperatura estava negativa (-2 Celsius). Chegamos com 6 malas grandes, 02 de mão, 02 mochilas, mais um cachorro. Sim, muita coisa!

No aeroporto

O Vôo foi tranquilo, chegamos por volta das 6h30 da manhã. Ao pousar fomos surpreendidos pela neve cobrindo algumas partes do aeroporto e na lateral da pista. Desembarcamos, passamos pelo processo de imigração. Apenas nos questionaram o que faríamos no Canadá, quanto tempo ficaríamos e se estávamos trazendo alguma comida para o cachorro. Foi bem simples. Logo após, seguimos para outra sala para a emissão das nossas permissões. Este é um ponto importantíssimo! Ter o visto no passaporte não é o suficiente, você precisa imprimir as permissões quando chega no aeroporto. Também foi bem rápido e neste momento me pediram a carta de aceitação da escola e questionaram se já tínhamos algum endereço. Nossa impressão até aí: tudo prático e super organizado. Depois passamos pelo processo com a dog, mas prometo que farei um post específico sobre este tema.

8 malas + Cachorro...como carregar? E táxi?

Essa era uma preocupação. Logo que chegamos na esteira das malas, vimos que havia a opção de "contratar" uma pessoa que nos ajudasse. Eles possuem um carrinho bem maior e levam as malas o tempo todo para você. Não tivemos dúvida, foi isso que fizemos. Vale mencionar que este é um serviço oficial oferecido pelo aeroporto e você paga em um guichê após sair com as malas. Cobram pelo numero de malas, no nosso caso foi CAD 22,00. Claro que a pessoa que nos ajudou também estava esperando a famosa caixinha...algumas coisas não mudam, rs.

Depois, quando saímos para pegar táxi, logo chamaram o que é denominado Limo por aqui. Não, não é uma limosine ou nada parecido com isso, é apenas um carro grande que comporta quem está com muita bagagem como nós. Não é preciso reservar, o preço é superior ao taxi mas mesmo assim é tabelado. Mais informações sobre os serviços de Limo e Taxi podem ser encontradas aqui

Chegada

Para o nosso primeiro mês em Toronto alugamos um Basement pelo Airbnb. Como estudarei do lado Oeste da cidade, nossa intenção era morar por aqui e este basement fica em Mimico. Chegamos e adoramos o local e mais uma vez a neve deixou a paisagem linda. Não é normal nevar no mês de abril e acreditamos que talvez esta tenha sido a última neve antes do próximo inverno.

Durante o domingo nevou o dia inteiro, mas nem por isso ficamos em casa. Tudo estava fechado por ser domingo de Páscoa, mas passeamos com a Birita, que adorou a neve mas ficou com frio. Nos chamou atenção a quantidade de parques: só na rua que estamos há dois parques infantis, 100% equipados com playgrounds e em estado de conservação perfeito.

2a feira: Resolvendo coisas burocráticas (nem tão burocráticas assim...)

Precisamos nos instalar. Para isso decidimos na 2a feira abrir conta em Banco e posteriormente adquirir um número de celular local.

  • Banco: Aqui no Canadá tem o que chamam de histórico de crédito. Vale um post mais para frente explicando em detalhes, mas basicamente é um sistema de pontuação e com a pontuação zerada você não consegue nem mesmo um cartão de crédito. Os bancos no geral dão a opção de você deixar um valor depositado e fornecem o cartão de crédito no mesmo valor. Porém, logo que chegamos no aeroporto vimos uma propaganda do CIBC justamente dizendo que teriam um programa para newcomers. Nossa experiência foi ótima. Levamos nossa documentação e demorou cerca de 1h para abrir a conta e já sair com o cartão de débito em mãos (apenas para fins de comparação, tentamos abrir uma conta no HSBC no Brasil e levamos mais de 3 semanas...).Fomos super bem atendidos e a requisição para o cartão de crédito já foi realizada, demora cerca de 2 a 4 semanas para chegar. Ou seja, a burocracia foi praticamente zero, resolvemos tudo ali, na hora, sem tempo de espera.

  • Comprando celular: Por aqui existem algumas opções de operadoras. Algumas requerem histórico de crédito para que você adquira uma linha pós paga. Por indição, fomos na Fido. Em menos de meia hora já estávamos falando com o novo número. Apenas por trazer nossos aparelhos já tivemos 10% de desconto na fatura, e isso é permanente, ou seja, não é uma promoção válida por 1 ano como estamos acostumados. Só consigo comparar com as horas e horas de espera que sempre tive na Claro, mais uma excelente experiência em termos da não burocracia canadense.

Transporte público

Claro, não temos carro e nem pretendemos ter, pelo menos por enquanto. Fizemos 100% das coisas de transporte público. Andamos de Streetcar, Ônibus e Metrô. Até o momento, sem reclamações. Você consegue ver o horário aproximado que irão passar, quanto tempo levará, etc. Não pegamos nenhum dos três meios de transporte cheios, mas ainda não sabemos dizer se foi devido ao feriado de Páscoa, que para as escolas e governo foi até 2a feira, ou se é assim na maioria do tempo.

Esses foram nossos 2 primeiros dias. As fotos foram tiradas com celular. Prometo mais qualidade nas próximas :)
Boa semana a todos!